Últimas Notícias

Vistoria Periódica em Casas

Ministro das Cidades vê com preocupação vistoria periódica em casas

O ministro das Cidades, Márcio Fortes, manifestou preocupação com a realização de vistoria nas habitações de interesse social, se for aprovado o Projeto de Lei 2.526/07. A proposta visa tornar obrigatória a realização de perícias em construções particulares a cada cinco anos.

Márcio Fortes participou nesta quarta-feira (9) da audiência pública promovida pela Comissão de Desenvolvimento Urbano para discutir o projeto, de autoria do deputado Sílvio Lopes (PSDB-RJ).

O ministro questionou a existência de suficiente número de profissionais para realizar a perícia nos "milhões de imóveis" que existem no país. "Não vai ter gente para realizar tantas vistorias", argumentou, acrescentando que o laudo custa muito caro.

Contraponto
O presidente do Crea (Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia), Marcos Túlio de Melo, garantiu que há profissionais suficientes para a execução das perícias.

Ele considera o projeto importante, salientando que a perícia é mais barata do que as conseqüências da sua não-realização. Para Melo, a construção precisa de acompanhamento permanente durante sua vida útil.

"Temos hoje estádios em péssimo estado de conservação, por exemplo, colocando em risco a vida das pessoas", alertou.

Periodicidade
O relator do projeto, deputado Zezéu Ribeiro (PT-BA), disse que não vê a perícia como ônus para o proprietário do imóvel, mas como uma ferramenta fundamental para reduzir os custos e antecipar os problemas.

O parlamentar mencionou que o prazo mínimo de cinco anos previsto no projeto poderá ser ampliado, de acordo com a complexidade da obra.

Já o autor da proposta, Sílvio Lopes, afirmou que sua intenção é proteger as pessoas, beneficiando tanto usuários quanto construtoras. Ele ainda explicou que, nos casos residenciais, a vistoria seria feita pelo engenheiro responsável pela construção.

A proposta tramita em caráter conclusivo, sem necessidade de passar pelo Plenário, e será analisada pelas Comissões de Desenvolvimento Urbano, de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: InfoMoney

Convite

A COOPAMI convida você para um Cofee Break e conhecer os produtos e serviços disponibilizados aos Corretores de Imóveis Autônomos.

Rede Imóvel Ideal
Rede exclusiva para Corretores de Imóveis Cooperativados, um sistema inteligente de parcerias.

A COOPAMI - Cooperativa de Agentes do Mercado Imobiliário, em parceria com a SOFTPRO - Soluções em Tecnologia, está disponibilizando um Portal exclusivo para Corretores de Imóveis Autônomos (pessoas físicas).

Sistema Obra pelo Valor Real
Lançamentos dos empreendimentos Solar Vitória e Green Valley
Honorários de Venda de 3% para Corretor Autônomo

Comitê de Avaliação Mercadológica de Imóveis
Pregão Imobiliário Semanal

Núcleo de Desenvolvimento Profissional do Corretor de Imóveis

Palestras, Cursos e Treinamentos

Data: 06 de fevereiro (sexta-feira)
Local: Auditório do Creci-PR - Rua General Carneiro, 608
Horário: 19 horas

Mais informoções pelo telefone 3014-5050

Nova Idéia

Na internet temos de tudo um pouco. Coisas úteis e inúteis. Recebemos em nossos endereços eletrônicos mensagens de todos os tipos. Desde propagandas enganosas até spams, trojans, vírus, textos inteligentes ou não, enfim a rede mostra-se um lugar ao mesmo tempo útil e perigoso na comunicação virtual.
Desta maneira a assessoria de comunicação do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis do Paraná (Creci-PR) traz uma nova proposta para os Corretores de Imóveis.

Qual a proposta?
Compartilhar sites culturais, profissionais, didáticos e que tenham utilidade para o aperfeiçoamento profissional dos Corretores ou que sejam também sites de entretenimento saudável com informações conhecimentos gerais, que proporcionem uma visão abrangente do que é a rede com seu conteúdo.

Como fazer?
Simples: O Corretor que desejar compartilhar um site com seus colegas, enviará um email para o setor de Assessoria de Imprensa com o endereço do site que será previamente analisado e divulgado para todos os Corretores de Imóveis. Os endereços serão armazenados no banco de dados do Creci-PR e listados numa opção específica separada por assunto.

Quem desejar participar desta idéia poderá enviar email para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Para dar início já apresentamos o site Suplemento Cultural para quem gosta de uma boa leitura.
O endereço é: www.suplementocultural.com

Assessoria de Imprensa – Creci-PR

Carnês Referentes ao ISS Fixo 2009 - Curitiba

Informamos que os carnês referentes ao ISS Fixo 2009 foram encaminhados através dos Correios e o Decreto nº. 1360/2008 que fixou valores do Imposto sobre Serviços de Qualquer Ntureza Fixo- ISS Fixo – de profissionais autônomos e sociedade de profissionais está disponível em http://www.curitiba.pr.gov.br/Secretarias/1/22/Anexos/D1360.2008.pdf

Maiores Inofrmações através:
Telefones dos plantões: 3350-8602 e 3350-8384
Plantão fiscal no Prédio Central da Prefeitua ou nas Ruas da Cidadania
e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Baixa renda deve ser a mais beneficiada pelo plano de habitação do governo

As famílias com renda entre dois e dez salários mínimos serão as mais beneficiadas pelo programa de habitação popular, ainda em estudo, que o governo federal pretende anunciar em breve, segundo a Agência Brasil.

O financiamento dessas moradias será proporcional à renda dessas famílias, garantiu a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, na última quarta-feira (11), no Encontro Nacional de Prefeitos. "Com isso, vamos garantir que as pessoas tenham condição de pagar em função de sua renda: que jamais acumulem o pagamento do aluguel e a prestação da casa".

Segundo ela, o programa, que pretende construir cerca de 1 milhão de casas populares até 2010, vai "dar subsídios para esse pagamento [do financiamento], proporcional à renda. Quanto menor a renda, maior o subsídio".

Um plano "robusto"


A ministra não quis dar detalhes sobre o plano de habitação do governo, mas garantiu que ele sairá nos próximos dias e que será "um bom plano, robusto".

Dilma também adiantou que o programa deverá buscar simplificação de procedimentos e a redução dos custos das obras. Segundo ela, o governo também pretende diminuir o tempo de construção de uma habitação de 33 para 11 meses.

Ainda na última quarta-feira (11), o presidente Lula afirmou que as medidas para estimular o setor de Construção Civil são importantes, porque "é uma área importante para gerar empregos e dinamizar a economia e, sobretudo, a mão-de-obra menos especializada".